Oi gente! Quem é blogueiro diariamente recebe muitos e-mail e esses dias recebi um e-mail e resolvi compartilhar com vocês. Espero que esse post possa ajudar o o autor Roberth de alguma maneira.

Ele me enviou o e-mail, nos falando de seu livro e que está “(…)precisando de ajuda de empresários, empresas, editoras que tenham interesse em bancar este projeto, pretendendo reverter 20% das vendas para entidades que colaboram para o bem maior da sociedade.”

Pretendendo valorizar os cadeirantes e quebrar o preconceito social, ele conta a história de Lampifanti se reportando ao universo do cangaço brincando com nomes especiais do nosso Nordeste e uma história pra lá de divertida e repleta de revolução dos bichos… O que será que vai acontecer com o nosso herói mais que brasileiro, Lampifanti, o elefante justiceiro? Um estouro na noite, uma aventura no cangaço, mistérios no sertão, é chegada a grande hora da verdade- será mesmo que a justiça vai acontecer de verdade? Deixe a preguiça de lado e venha descobrir essa aventura, neste livro pra lá de nacional.

“Sucesso de vendas na FLIM, agora Lampifanti também pode estar em seu lar por um preço todo especial, e lembrando que dia 03 de dezembro é o Dia Internacional do Deficiente Físico, em Maringá vai ser apresentado Lampifanti para todos e também a capa do novo livro de Roberth Fabris, Maicon da cadeira: superando limites com a força do coração, ou seja, todos unidos para ter um Brasil para todos e com todos de verdade. Parabéns Lampifanti, parabéns Brasil que valoriza todos sem desigualdade”.

Quem puder ajudar, ajude, compartilhe!

E quem quiser comprar o livro, basta clicar no livro abaixo!

cadeirante - elefante- livro - de papo com Cláudinha

Todas as informações são de inteira responsabilidade do autor do livro.